Laje completa seus 107 anos de emancipação

Nesta quarta-feira, dia 20 de junho, o município de Laje, à 226 quilômetros de Salvador, comemora seus 107 anos de emancipação política. A economia de Laje é basicamente agrícola, com produção expressiva de produtos derivados da mandioca. Sua pecuária diversificada, conta com criações de bovinos, suínos, asininos e muares.

ORIGEM- Uma enchente do Rio Jiquiriçá provocou total destruição de uma pequena povoação existente na sua margem direita. Os habitantes do local atingido decidiram edificar uma capela sob a invocação de Nossa Senhora das Dores. Em razão da existência de enormes lajedos, o povoado ganhou a denominação de Nova Laje. Em 1864 foi elevada à categoria de freguesia. Em 1870, a sede da freguesia foi transferida para a capela de N.S. da Conceição do Cariri, localidade próxima. Em 1884, a sede da freguesia retorna a Laje. O distrito de Nova Laje foi elevado à categoria de município em 20 de junho de 1905.
 
O território do atual município de Laje integrava o do hoje município de Jiquiriçá que, por sua vez, fora desmembrado do de Nazaré. Em 1901, os trilhos da Estrada de Ferro de Nazaré alcançaram o quilômetro 86, onde foi edificada a estação de Laje. Esse acontecimento deu grande impulso à povoação que passou a concentrar-se em torno da estação, hoje centro da cidade.

Comentários

    Não há comentário

Comentar