Pindobaçu: 60 anos de história

 Nesta segunda-feira, dia 04 de março, o município de Pindobaçu comemora seus 60 anos de emancipação. A pecuária e os minérios se destacam na localidade, sendo a esmeralda o ponto forte, dando ao local o codinome “Cidade das Esmeraldas”. O município está situado no Centro Norte baiano, mais especificamente na microrregião de Senhor do Bonfim e faz fronteira com os municípios de Campo Formoso, Antônio Gonçalves, Mirangaba, Filadélfia, Saúde e Ponto Novo.

SURGIMENTO- Surgiu de um pouso de tropeiros, local em que os viajantes das tropas de animais de carga paravam para descansar. O principal itinerário da viagem era o caminho que ligava a antiga Vila Nova da Rainha (atual Senhor do Bonfim) e a vila velha de Jacobina. O antigo Arraial do Lamarão cresceu atraindo uma diversidade de pessoas, principalmente nos festejos do Senhor Bom Jesus de Pindobaçu. A povoação permaneceu com o nome de Lamarão até o ano de 1914, ano em que foi inaugurada a estação ferroviária de Pindobaçu e a mudança do nome do lugar passou a se chamar Pindobaçu, que no idioma indígena que dizer palmeira alta ou palmeira grande.

Comentários

    Não há comentário

Comentar