Bilhete Único é ampliado e beneficiará mais 100 mil pessoas

 A partir de novembro, o programa Bilhete Único, uma das ações de mobilidade urbana previstas no recém-lançado Planejamento Estratégico 2013-2016 de Salvador, terá seu alcance ampliado e beneficiará mais 100 mil pessoas.

Segundo reportagem desta quarta-feira (16), do Correio da Bahia, a partir de 3 de novembro, o Bilhete Único, que permite aos usuários do sistema de ônibus coletivos da cidade pagar apenas uma passagem em duas viagens, entrará em sua segunda fase e passará a beneficiar três vezes mais pessoas do que hoje (50 mil pessoas).
 
Para implantar o programa, a prefeitura dividiu a cidade em quatro zonas: Subúrbio, Miolo, Orla e Centro. Na primeira fase, que está em vigor, para pagar apenas uma passagem, o usuário precisa fazer a integração de um ônibus para o outro em um período máximo de duas horas, em veículos de áreas diferentes. Quem não faz a integração paga R$ 5,60 pelas viagens. A letra e a cor que indicam a área a que um ônibus pertence e ficam coladas no para-brisa.
 
Na segunda fase, que será inaugurada no mês que vem, a exigência de que a primeira viagem seja entre zonas diferentes será extinta, o que ampliará a cobertura do programa, como explica o titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Transporte (Semut), José Carlos Aleluia. “Hoje, o Bilhete Único abrange aproximadamente 10% de todas as viagens diárias feitas em Salvador, o equivalente a 100 mil por dia. A partir da próxima fase, passará a abarcar 300 mil viagens dia”, assegurou.
 

Comentários

    Não há comentário

Comentar